Você tem coragem de mostrar um trabalho completo para o mundo?


Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/fotog679/public_html/wp-content/plugins/activecampaign-subscription-forms/activecampaign.php on line 97
5 (100%) 2 votes

Fotógrafo fala sobre como mantém a consistência no material entregue ao cliente, e mostra vídeo com as 950 fotos de um casamento registrado


Fonte Blog Wedding

Como você entrega seu material para o cliente?

O fotógrafo Vitor Santana, da Libélula Fotografia, conta que quando começou na fotografia de casamento, tinha muita curiosidade para ver um casamento completo dos fotógrafos que admirava.

“Nós sabemos que um post de blog contém a essência de uma história, olhar e estilo de um fotógrafo.

Não há regras para as quantidades a serem postadas, mas é consenso que um post de blog deve ser enxuto.

Nós, por exemplo, procuramos não passar das 100 fotos em um post.

Alguns grandes fotógrafos mostram menos ainda (vide Fer Juaristi)”.

Mas aí surge a dúvida… Sua e de muitos noivos.

Será que o trabalho completo de um fotógrafo mantém a mesma qualidade, identidade e consistência de um post? “Ao mesmo tempo que é impossível ser genial em 800 fotos entregues,

eu acredito sim que é possível ter uma entrega consistente e com qualidade do começo ao fim. Parece que não, mas os clientes percebem e valorizam muito isso.

Nós começamos a criar a consistência de um trabalho já durante o evento, onde o principal é ter sintonia entre a equipe de fotógrafos e trabalhar de maneira coesa.

Ainda que o olhar de dois (ou três) fotógrafos nunca seja igual, vocês podem combinar de usar o mesmo tipo de luz, por exemplo. As mentalidades também precisam ser compatíveis.

Eu e a Ale (ou quem fotografar pela Libélula) sabe que o nosso estilo é usar o máximo de luz natural, não intervir nos momentos e

ficar o mais perto o possível nos noivos (em todos os sentidos!).

Então eu levo isso em consideração na hora de chamar um freelancer.

A chave é entender que a postura de um fotógrafo e sua forma de trabalhar a luz são uns dos principais

elementos na construção de uma identidade”, explica Vitor.

Conforme ele, é após o evento, principalmente durante a curadoria e tratamento das imagens, que a consistência do trabalho é lapidada.

“A curadoria é o principal! A mentalidade é sempre reduzir, reduzir e reduzir.

No mínimo, nós evitamos entregar fotos repetidas de um mesmo momento.

Então se sua entrega parece um GIF é porque algo está errado! Só por curiosidade, um casamento de 150

convidados e 12 horas de trabalho rende para nós uma média de 700 a 800 fotos”, fala.

No que se refere a curadoria, Vitor diz se fazer sempre as seguintes perguntas:

Como contar a história da maneira mais visceral e sincera o possível?

Como mostrar a personalidade dos noivos e suas escolhas?

Como mostrar as relações familiares?

Como mostrar a maior variedade possível de pessoas?

E, o principal: como fazer isso com a menor quantidade de fotos o possível?

Para ele, na hora de tratar as fotos os famosos “presets” ajudam muito a manter a uniformidade de cores/estilos.

“Também uso muito o preto e branco para eliminar algumas aberrações de cor que são impossíveis de corrigir principalmente durante a festa.

Durante o tratamento meu workflow é por câmera.

Ou seja, sempre trato antes as fotos da minha câmera principal e as uso como base para as demais.

Isso garante cores coesas mesmo que os equipamentos estejam regulados de maneira diferente.

Uma dica para facilitar o processo é usar o filtro de cores no Lighroom para identificar as câmeras

diferentes e acelerar a navegação”, pontua.

Veja um vídeo seu de pouco mais de 4 minutos onde mostra as 950 fotos de um casamento:

Câmera: Fuji XT2
Lentes: 18mm f2 / 23mm 1.4 / 35mm f2 / 56mm 1.2
Flash: Nikon 710, na câmera

[Url su_vimeo =”“]

 

Na hora de exportar, conta que busca ordenar as fotos de uma maneira que sua sequência faça sentido e construa uma história interessante.

“No making of, por exemplo, nós montamos “blocos” de fotos do noivo intercalados com o da noiva.

Bem como fazemos blocos de fotos de decoração e retratos posados”, acrescenta.

Por fim, diz: “É seguindo essa mentalidade que chegamos a um conjunto de fotos consistentes e, que,

ao mesmo que atende às expectativas dos noivos, consegue mostrar nossa visão e estilo.

E a sua entrega como é?

Você tem coragem de mostrar um trabalho completo para o mundo?”, questiona.

Fonte Blog Wedding